A Depressão na Astrodiagnose

 

Sob o prisma da Astrologia, o estado melancólico definido como depressão é a doença saturnina da “bílis negra”, ou seja comum àqueles cujo temperamento hipocrático é suscetível a problemas no sistema nervoso ou estão temporariamente frágeis psiquicamente. Este tipo de temperamento, invariavelmente, apresenta no seu mapa astrológico de nascimento algum astro pessoal aflito ou mal localizado em Capricórnio como a Lua, por exemplo, ou Saturno em aspectos muito tensos aos astros pessoais ou ao ascendente.

De acordo com o médico e psicoterapeuta Rüdiger Dahlke (A Doença como Símbolo; A Doença como Linguagem da Alma), o plano sintomático da depressão se inicia com a repressão da agressividade que conduz a várias tendências: desde a respiração superficial até o suicídio, passando pela impotência, frigidez, desinteresse pela vida, bloqueios e medos paralisantes, enfim, os sintomas da depressão são vastos.

A Astrodiagnose consegue refinar e identificar as causas mais profundas a partir da análise do mapa natal do indivíduo. A hereditariedade proveniente da ressonância morfogenética, que pode estar ligada ao sofrimento de antepassados, sobressai na 4ª casa do mapa natal ou na Lua. Conforme supracitado, a Lua em Capricórnio representa a dificuldade em lidar com as próprias emoções, e tende a formar uma “carapaça” protetora contra tudo aquilo que afeta ou desestabiliza a psique. Este bloqueio rígido contra afecções externas origina-se a partir do primeiro contato do indivíduo com sua figura materna. A Lua em Capricórnio representa uma mãe conservadora, que substituía sua carência afetiva por realizações profissionais, tornando-se tão atarefada que não pôde suprir a carência do filho. Este distanciamento da figura materna torna o indivíduo, além de carente afetivamente, desprotegido diante das turbulências e mudanças ao seu redor. Insidiosamente, o medo encontra refúgio neste ser que também busca abrigo nas realizações materiais e atividades profissionais até perceber que, na verdade, aprofundou ainda mais o abismo de suas inseguranças e carências.

Saturno em quadratura (90º) a Mercúrio é o aspecto mais comum naqueles que tendem a ser melancólicos. Mercúrio representa o sistema nervoso, a mente, o pensamento e a visão de mundo. A qualidade de inteligência de cada indivíduo também está conectada ao “mensageiro dos deuses”. Portanto, é com ele que analisamos, avaliamos as situações que se apresentam. A quadratura realizada por Saturno é extremamente desafiadora pois, o indivíduo se depara com bloqueios e lentidão nos processos mentais. Não é fácil lidar com este aspecto, mas não é impossível. Infelizmente, Ele é o maior responsável pela busca imediata pelos medicamentos psiquiátricos que causam dependência. Mas ao ser identificado na Astrodiagnose, o tratamento pode ser conduzido de acordo com a visão holística, ou seja, levando-se em conta outros aspectos do mapa natal que permitem ao terapeuta a correta e precisa escolha do método ou métodos mais apropriados para aquele ser.

É através da totalidade do mapa natal que o terapeuta conseguirá entender qual o melhor sistema floral ou , se a aromaterapia é mais indicada. Quando a avaliação da Astrodiagnose revelar um sofrimento crônico combinado ao ascendente em Capricórnio ou Escorpião, por exemplo, a combinação entre terapias como florais + cristais ou homeopatia + florais é necessária para obter-se um resultado mais eficaz.

A depressão não é exclusiva àqueles cujo mapa de nascimento revela os aspectos acima. Ela pode ser ocasional ou temporária, causada por uma perda, consequência de um trauma, uma separação, uma mudança ou qualquer outra ocorrência que leva o indivíduo ao estado melancólico e desesperançoso. Estas ocorrências também podem ser identificadas através dos trânsitos planetários, ou seja, os ciclos de Saturno, Plutão e Urano sobre o mapa de nascimento. Qualquer um destes ciclos pode desencadear uma reação – agressividade, isolamento, inconformismo, insatisfação, rebeldia etc – que, se bloqueada ou reprimida, pode causar melancolia, depressão ou ansiedade com consequências físicas como arritmia, gastrite, hipotireoidismo etc. Nestes casos, a atitude imediatista dos tempos modernos também é recorrer aos medicamentos psiquiátricos, que não irão curar a causa, não irão permitir colapsar uma nova realidade por meio do entendimento do ciclo e da respectiva ocorrência. Nestes casos, a Astrodiagnose não serve apenas para recomendar os processos terapêuticos holísticos adequados, mas também aponta as reações do inconsciente diante de fatos normais da vida como perdas. Cada um de nós reage de uma forma diferente diante dos fatos e dos ciclos correspondentes mas, a partir do reconhecimento e entendimento destes ciclos, a reação pode mudar, assim como a realidade pois, tomar conhecimento do ciclo significa se tornar um observador quântico. Esta é a maior vantagem da Astrologia e da Astrodiagnose como “medicina preventiva” pois, ao se tornar consciente de sua reação e de sua realidade, o indivíduo está muito próximo de evitar a melancolia. Ele se torna sábio.

A terapia floral, a homeopatia e as ervas medicinais são as ferramentas com as quais eu trabalho a partir da Astrodiagnose. O que irá determinar o uso desta ou daquela é o mapa de nascimento combinado com os ciclos atuais.

O sistema Florais de Bach possui algumas essências antidepressivas: Mustard, Sweet Chestnut, Willow, Gentian, que precisam ser corretamente recomendadas não só através da Astrodiagnose, mas também pela anamnese durante a consulta. Infelizmente, a auto-medicação floral, apesar de não apresentar contra-indicações, pode incorrer no risco da ineficiência. Por isto que muitos afirmam que os florais não fazem efeito ou não trazem benefícios. De fato, o sistema floral de Bach é eficaz nos indivíduos cuja Lua natal encontra-se em signos de polaridade negativa (elementos Água e Terra). Já o sistema Saint Germain é eficaz para aqueles cuja Lua de nascimento é de polaridade positiva (signos dos elementos Fogo e Ar). Dificilmente, alguém que tenha a Lua natal em Libra irá perceber os efeitos do floral de Bach Scleranthus, um dos “doze curadores” correspondente ao desequilíbrio deste signo que é a dificuldade em tomar decisões. Entretanto, se este floral for ministrado em alguém com o Sol em Libra e a Lua em Virgem, o efeito poderá ser reconhecido, uma vez que Virgem é um dos signos de Terra.

A recomendação homeopática mediante um quadro melancólico ou depressivo também segue esta base, além de necessitar uma avaliação mais precisa e específica não só do mapa natal, mas também dos trânsitos planetários vigentes que formam aspectos como, por exemplo: a) Argentum nitricum – Saturno em Peixes oposto à Lua em Virgem; Lua em Capricórnio; Netuno em quadratura com o Sol; b) Artemísia abrotanum - Saturno conjunto ao ascendente ou à Lua; c) Aurum metallicum – Saturno em Leão em quadratura com Marte em Escorpião; d) Baryta carbonica – Saturno na 12ª casa oposto a Mercúrio na 6ª; e assim por diante.

As ervas medicinais aromáticas são também excelentes meios para alterar o humor e remover camadas de resistência com relação a novas perspectivas. Elas facilitam o acesso à energia vital e à clareza mental como o alecrim, a bergamota, ou propiciam um sentimento de conforto como o jasmim. Sua recomendação está exclusivamente ligada ao ascendente natal e os contatos planetários com o mesmo. Há de se tomar muito cuidado ao recomendar óleos essenciais para indivíduos cujo ascendente é Câncer ou Peixes em contato direto (conjunção) com a Lua e Netuno. Estas configurações significam extrema sensibilidade no contato físico direto com energias e aromas, e o uso da aromaterapia deve ser bastante controlado tomando-se as devidas precauções. As pessoas que costumam apresentar tontura ou enjoo em contato com algum aroma encontram-se neste grupo.

Perceberam a importância da Astrodiagnose diante das terapias holísticas? Como o próprio nome diz, no holismo devemos ver o indivíduo como um todo, não por partes ou sistemas. O mapa astrológico traduz a complexidade e a integridade do organismo humano e cada detalhe de seus corpos de manifestação: energético, mental, emocional e físico. 

Florais, Homeopatia e Aromaterapia são eficientes, pois são tratamentos vibracionais vindos diretamente da Natureza. Se correlacionamos os arquétipos da causa da depressão com a flor, a substância diluída da Homeopatia ou o perfume da erva aromática correspondentes, conseguimos atingir a cura definitiva alinhando seus significados.   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plutão em Aquário III – Quadratura com Marte

Plutão em Aquário Parte II – Breve Estadia em 2023 - História

Trânsito de Saturno em Peixes