Post destacado

O QUARTO MINGUANTE EM VIRGEM E A PROFILAXIA

Informativo Semanal Templo de Minerva

Quarto Minguante em Virgem (10/12/17 às 05:51, horário de verão em Brasília)
Período: de 10 a 17/12/2017

A lua minguante no signo de Virgem é a fase lunar mais profilática. Todo quarto-minguante é específico para banimento energético, eliminação de toxinas, limpeza física de lugares cheios de quinquilharias sem utilidade, limpeza emocional de apegos e limpeza mental de pensamentos negativos ou destrutivos. No entanto, o poder da limpeza, do banimento e da eliminação se torna mais intenso no signo de Virgem pois ele já é arquetipicamente dedicado à profilaxia. Além da saúde preventiva, Virgem também é energeticamente compatível com a medicina holística ou integrativa. Todas as práticas de cura quântica ou voltadas ao resgate da homeostase por meio dos recursos da Natureza são virginianos. Continue lendo

Post destacado

CONSULTA EM VÍDEO

O final de ano está chegando e muitos de vocês não têm tempo para fazer uma consulta presencial e nem mesmo por Skype, pois até o compromisso de uma consulta on-line demanda tempo e agendamento. Desta forma, resolvi inaugurar uma maneira simples para você receber as orientações para o ano vindouro: a consulta em vídeo. Ela consiste na gravação da minha voz acoplada aos gráficos astrológicos e astrocartográficos, além das imagens da abertura de tarot referentes à consulta em si. Ao mesmo tempo em que você ouve minha voz com as orientações sobre ciclos planetários, revolução solar, abertura do tarot etc, acompanha a respectiva imagem na tela. É um excelente recurso para quem não tem tempo para uma consulta, além de poder assistir ao vídeo quando e onde quiser. Aqui estão outros detalhes: Continue lendo

Post destacado

JÚPITER EM ESCORPIÃO

JÚPITER EM ESCORPIÃO

De 10/10/2017 a 08/11/2018

Uma palavra de aconselhamento só, posso dar”, disse o Instrutor. “Nós nos elevamos, nos ajoelhando; conquistamos, nos rendendo; ganhamos, dando. Vai, oh! Filho de Deus e filho do homem, e conquista.” (Os Trabalhos de Hércules, Alice A. Bailey)

A expansão e fé jupiterianas terão sua oportunidade de revelar a força e a tenacidade ocultas de Escorpião ao longo deste trânsito que ocorre a cada 12 anos, aproximadamente. Os valores morais e éticos caem no abismo do caos para ressurgirem revisados, aprofundados e coerentes com o inconsciente coletivo atualizado e reconectado com o ser humano. Mas, para isto, Hércules precisará novamente erguer a hidra de Lerna em direção à luz, pois o signo de Escorpião encapsula emoções densas e profundas, acessíveis àqueles que têm coragem de enfrentar seus monstros como o herói. Continue lendo

Podemos ainda estabelecer uma relação da medicina dos chakras com a Astrologia. A ideia é simples. Os arquétipos que definem contextos das funções vitais dos campos morfogenéticos vitais podem também ser os “anjos-guias” que mostram como o seu horóscopo astrológico se relaciona com os movimentos dos planetas solares, da Lua e do Sol. Assim você recebe mais orientações astrológicas relacionadas com a manutenção da saúde e mesmo com a cura.

Embora a ciência materialista convencional considere a Astrologia um embuste, a ideia de que exterior e interior devem estar interligados faz sentido quando nos envolvemos com a ciência do primado da consciência. Procure os avanços em nossa compreensão do lugar da Astrologia em nossa ciência da cura no futuro.” (O Médico Quântico, Amit Goswami)

Post destacado

UM PARALELO ENTRE A ÉTICA DE BENTO DE ESPINOSA, A FILOSOFIA ORIENTAL E A TEORIA QUÂNTICA

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 

DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA

DESENVOLVIMENTO DA HARMONIA ENTRE OS INDIVÍDUOS E NO SEU CONVÍVIO COM A NATUREZA
UM PARALELO ENTRE A
ÉTICA DE BENTO DE ESPINOSA, A FILOSOFIA ORIENTAL E A TEORIA QUÂNTICA

MÔNICA CRISTINE SCHWARZWALD

RESUMO : Após quase 400 anos de tentativa do ser humano em controlar a Natureza negando sua harmonia e perfeição, ele se dirige ao caos. A evolução da ciência mecanicista contribuiu para este caos que nada mais é do que a degeneração do relacionamento entre o ser humano e a Natureza. A visão dualista e pragmática do mundo promovida pelos precursores do Iluminismo insuflou o ser humano de um pseudo-poder na esfera da racionalidade onde ele pode prever e explicar todos os fenômenos que ocorrem na Natureza. A separatividade entre o Homem e Deus; ou Homem e a Natureza causa consequências que ameaçam o equilíbrio e a harmonia da vida na Terra. Conflitos diversos, doenças (físicas, mentais e emocionais), extinção de espécies, desmatamento e poluição são sintomas da conduta individualista do homem contemporâneo que acredita na desconexão promovida pelo materialismo. A descoberta dos níveis sutis da matéria com o advento da ciência quântica a partir do começo do século XX causou uma revolução científica cujos valores promovem uma aproximação entre ciência e espiritualidade. O comportamento do quantum – menor partícula subatômica da matéria – depende da interação do observador. A teoria quântica demonstra a interconexão entre Deus, seus atributos e seus modos, que foi definido como substância por Bento de Espinosa. Espinosa foi o primeiro pensador a prever a existência do quantum: ele o chamou de substância e o definiu como indivisível. A teoria quântica traz à tona valores expostos pela Ética de Espinosa começando pela definição de Deus como substância que gera e está presente em todos os atributos encontrados na Natureza à maneira da hierarquia entrelaçada da física quântica. O pensamento é uma extensão da substância, não um produto causado pelo cérebro, por exemplo. Estes são os paralelos e sincronicidades que pretendo expor e comentar neste trabalho.

Clique abaixo para baixar o trabalho completo:

tccespinosa-oriente-quantum

English version:thesis

O Archaeus da Água

No cerrado, passamos todo o ano por uma estiagem que dura cerca de 6 meses. Mas quando chove no final do ano, dá-lhe tempestade. Em apenas uma manhã, quando da transição da Lua de Áries para Touro, consegui coletar aproximadamente 30 litros do archaeus da água. Isto vai servir para muita destilação, fermentação e outros processos espargíricos!

Lua Cheia em Gêmeos : Pensamento e Sabedoria

Informativo Semanal Templo de Minerva

Lua Cheia em Gêmeos (03/12/17 às 13:46, horário de verão em Brasília)
Período: de 03 a 09/12/2017

O plenilúnio com o Sol em Sagitário e a Lua em Gêmeos é chamado de eixo do PENSAMENTO (GÊMEOS) e da SABEDORIA (SAGITÁRIO). A integração entre estes dois signos forma nosso processo de aquisição de conhecimento, seu devido processamento pela mente e a composição de nossa sabedoria. Quando estamos no devido estado alerta ou de pura consciência (“awareness”), este processo desenvolve nossos talentos e a capacidade de constante revisão de crenças e conceitos. Gêmeos e Sagitário são signos de qualidade ou modalidade mutável, pois antecedem signos cardinais correspondentes aos solstícios (Câncer e Capricórnio). Em outras palavras, enquanto o Sol transita pelos signos mutáveis, a Natureza prepara-se adaptando-se para um novo ciclo. Desta forma, não são signos que se apegam a conceitos, ideias, crenças e filosofias, pois possibilitam a adaptação da mente para novos conhecimentos, novos conceitos e filosofias. A estagnação da mente e o apego radical e separatista às religiões, por exemplo, representa o caos e a inconformidade entre o indivíduo e o universo de possibilidades que o cerca.

Saturno está conjunto a Mercúrio em Sagitário. Esta configuração indica aprofundamento e revisão das próprias opiniões antes de divulgá-las. O contato de Saturno com Mercúrio exige reflexão e “incubação” da informação para posterior conclusão. É o que nos falta nestes tempos de proliferação descontrolada de informações nem sempre idôneas.

Netuno em Peixes, outro signo mutável, está envolvido no plenilúnio fazendo quadraturas a ambos os luminares reforçando a ideia de reflexão e inserindo a intuição que permite ir além da informação e do domínio mental para nos conectar ao inconsciente coletivo.

Calendário biodinâmico: De 03 a 4/12 : colheita de flores, ervas e temperos para secagem ou beneficiamento. Entre 5 e 6/12: poda para produção de biomassa, aplicação de adubos. De 7 a 9/12: colheita e beneficiamento de frutos.

Questionamentos de AbraMelin

Informativo Semanal Templo de Minerva

Quarto Crescente em Peixes (26/11/17 às 15:02, horário de verão em Brasília)
Período: de 26/11 a 03/12/2017

AbraMelin, o Mago, foi um iniciado, filósofo e alquimista que viveu no século XIV. A ele é atribuído o ritual de magia sagrada ou a “Conversação com o Sagrado Anjo Guardião”. Seu trabalho é admirado, pesquisado e seguido até hoje no neopaganismo e por alquimistas em todo o mundo. Nas suas orientações para o ritual sagrado, questiona a utilidade de se eleger planetas para cada hora do dia ou para cada dia da semana. Critica duramente os astrólogos que não atentam para uma Astrologia de cunho hermético que analisa apropriadamente o surgimento do astro no horizonte (ascendente) ou a sua localização no zênite (meio-do-céu). Continue lendo

Lua Nova em Escorpião e o Casamento Alquímico

Informativo Semanal Templo de Minerva

Lua Nova em Escorpião (18/11/17 às 09:42, horário de verão em Brasília)
Período: de 18 a 25/11/2017

CALENDÁRIO DE CURSOS :

25/11 – Fundamentos da Astrologia – Módulo Planetas

Recentemente, um aluno de Tarot compartilhou sua experiência de abertura da carta diária que tem o intuito de reconectar o microcosmo pessoal com o macrocosmo transcendental. Recomendo esta prática diária para a observação consciente de fatos diários relevantes da sincronicidade que revelam aprendizados. Continue lendo

Quarto Minguante em Leão e o Egoísmo

Informativo Semanal Templo de Minerva

Quarto Minguante em Leão (10/11/17 às 18:36, horário de verão em Brasília)
Período: de 11 a 17/11/2017

CALENDÁRIO DE CURSOS :

18/11 – Tarot de Crowley – Arcanos Menores I
25/11 – Fundamentos da Astrologia – Módulo Planetas

Abrir mão da individualidade para o bem da coletividade, na maioria esmagadora das vezes, promove o sucesso do grupo, do empreendedorismo em equipe e todos evoluem em cadeia e concordância. No entanto, parece ser mais fácil ser egoísta, cuidar do próprio umbigo como se não houvesse compartilhamento do planeta em que vivemos ou do ar que respiramos. Continue lendo

Manutenção e Transmutação – Lua Cheia em Touro

Informativo Semanal Templo de Minerva

Lua Cheia em Touro (04/11/17 às 03:22, horário de verão em Brasília)
Período: de 04 a 10/11/2017

CALENDÁRIO DE CURSOS :

11/11 – Árvore da Vida – Caminho da Morte
25/11 – Fundamentos da Astrologia – Módulo Planetas

O eixo formado pelo Sol em Escorpião e a Lua em Touro neste plenilúnio compreende a MANUTENÇÃO (Touro) e a TRANSMUTAÇÃO (Escorpião). Seu significado é o contínuo fluxo de crescimento, acúmulo, florescimento, maturidade, decadência, falência, recolhimento, envelhecimento e morte que percebemos no mundo material. Nada, nem ninguém foge ao fluxo contínuo: das estrelas aos vírus, o ciclo é permanente e inevitável. Apegar-se à fantasia da inércia imutável daquilo que causa prazer, gera sofrimento com a perda ou a mudança.

Evitar a realização e a concretização de valores que acrescentam beleza e fertilidade ao mundo recai na constante insatisfação, inquietude e destruição das possibilidades. Aceitar taoisticamente o fluxo e evoluir com ele é desprezar a massa da estrela, mas manter o seu brilho. Continue lendo

Quarto Crescente em Aquário

Informativo Semanal Templo de Minerva

Quarto Crescente em Aquário (27/10/17 às 20:22, horário de verão em Brasília)
Período: de 28 a 03/11/2017

Na Natureza não existe finalidade. A concepção e a intenção de finalidade são produtos da mente humana. E isto tolhe a liberdade de simplesmente “ser”, se tudo o que é vivenciado e experienciado tem uma finalidade ou efeito desejado. A integração entre o Sol em Escorpião e a Lua Crescente em Aquário nos leva a meditar sobre a necessidade de ser independente e livre, mas a noção nuclear de liberdade vai muito além do “faz o que tu queres”. O “fazer” sempre impõe uma finalidade, um objetivo; o “ser”, não. Se você está fazendo algo visando uma consequência, não está experienciando a vida, mas está preso a resultados que não existem. O monismo exposto pela Natureza revela a permanência do ‘aqui e agora’ e da infinitude dos ciclos de morte e renascimento sem ansiedade ou programações por resultados, ela apenas “É”. Continue lendo