Urano em Touro: A Mosca na Sopa

 

Em 15/5/2018 às 12:20 (horário de Brasília) o revolucionário Urano começou seu trânsito nos verdejantes e tranquilos pastos de Touro. A presença do regente de Aquário em um signo cujo elemento é Terra, a princípio, pode parecer caótico e dissonante, pois a versatilidade e a inquietação uraniana não são nada alinhadas à estabilidade e à manutenção do conforto e do prazer taurinos. Mas os planetas não circulam pelo sistema solar para nos satisfazer, mas para nos desafiar sempre. A presença de Urano em Touro será a 'mosca da sopa' até abril de 2026. Em outras palavras, esta mosca irá incomodar muito, principalmente aqueles que veem mudanças e perdas como catástrofes irremediáveis. A normose das condutas, a manutenção do “status quo” e o estabelecimento de regras inalteráveis não se sustentarão ao longo deste período. Touro é um dos signos cuja modalidade é Fixo, ou seja, aqueles que vêm logo após os que se iniciam em um solstício ou equinócio (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio). Os signos Fixos permitem que a Natureza persevere e estabeleça um padrão energético sob uma continuidade climática. Por analogia, o trânsito de Urano em Touro irá desestabilizar os valores e padrões taurinos, o poder e o ego leoninos, o controle e a psique escorpiônicos, além dos ideais e ideologias aquarianas. Isto acontece pois, os signos de mesma modalidade distanciam-se 90º um dos outros e, qualquer astro que esteja transitando por um, irá realizar uma quadratura ou oposição (180º) aos demais.

A quadratura é o aspecto mais desafiador e tenso da Astrologia. Desta forma, espera-se que este percurso uraniano seja libertador. Libertar-se das programações rígidas de valores, egos, controles e ideologias será fundamentalmente o salto quântico esperado entre maio de 2018 a abril de 2026 em termos geracionais e individuais. Todos nós iremos nos deparar com o quanto fomos iludidos em acreditar em qualquer permanência ou imutabilidade. Aliás, Urano é especialista em derrubar qualquer ilusão ou símbolo de poder. Descoberto em 1781, foi o primeiro astro transpessoal ou transaturnino visualizado no momento em que a Humanidade estava às voltas com a independência das colônias americanas, a revolução industrial e a 'liberdade, fraternidade e igualdade' francesas. Para o nascimento de algo novo, alguma turbulência é necessária. Urano é regente do arcano 0 do tarot de Crowley, o Louco, representado pelo Green Man da mitologia celta cuja fecundidade e criatividade depende exclusivamente de seus instintos e da ausência do medo.

O radicalismo instintivo de Urano pode ser destrutivo e quebrar muitos ovos para fazer um pouco de omelete. No entanto, sua força reside na total liberdade na manifestação da Vontade individual e coletiva, sem se importar com as perdas e demais consequências.

Urano complementa o trabalho de Plutão que transita por Capricórnio - signo de Terra como Touro – desde 2008 transformando paulatinamente os símbolos de poder e de 'status' iniciando a sincronicidade com a crise econômica em meados do mesmo ano. Urano em Touro oferece novas alternativas após a crise, seja na libertação de valores ou em tecnologias de produção agrícola, por exemplo. Basta descartar o velho para que o novo, ou a criatividade do Green Man tenha a oportunidade de elevar o ser humano a paradigmas mais leves e revigorantes.

Os saltos quânticos do trânsito de Urano em Touro esperados para os astros pessoais, ascendente e meio-do-céu presentes nos seguintes signos:

  1. Touro, Virgem, Capricórnio: inovação, criatividade, independência, novos processos e rotinas;

  2. Câncer e Peixes: libertação de dependências e codependências, versatilidade ou rebeldia nas escolhas;

  3. Leão, Escorpião e Aquário: desafios complexos, mas libertadores. Desapego do ego, do poder, do controle e da rigidez ideológica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plutão em Aquário III – Quadratura com Marte

Orientações para o período

Orientações para o período