Você Acredita em Segundas Chances?


 

Lua Nova em Áries – Sol em Touro


Na madrugada do dia 20 de abril, teremos dois fenômenos muito próximos astronomicamente, porém bem distintos em seus significados: A segunda lunação em Áries às 1h12 e o ingresso do Sol em Touro às 5h13. Isto ocorrerá, pois a segunda lunação em Áries será no último grau deste signo.

Vamos aos significados. A repetição de uma lunação em um mesmo signo representa uma segunda chance, especialmente, se este signo é Áries. Afinal, o signo cardinal de fogo empenha-se na execução das ações. Se alguns obstáculos impediram o fluxo de suas ações e decisões desde 21 de março, agora você tem a chance de tentar de novo. Nem sempre os fracassos e os atrasos são situações negativas. Saturno é o responsável pelos bloqueios que vivenciamos. Observe Saturno emPeixes em relação ao seu mapa de nascimento, quais aspectos ele faz? Qual o aprendizado dos últimos 30 dias? O que precisa ser melhorado, quais estratégias precisam ser revistas? Faça este exame na quietude introspectiva da Lua Nova e aproveite a nova chance que é oferecida pela transcendência.


SOL EM TOURO ÀS 5H13

Touro é o signo mais estável e conservador do zodíaco. Conservador no sentido de manter a energia pela inércia do elemento Terra combinado com a modalidade Fixo. Por isto que se trata do acúmulo e manutenção típicos do mundo material, e do conforto e satisfação advindos do mesmo. A matéria como produtora de riquezas faz parte do seu universo arquetípico, por isto que a agropecuária é taurina. O temperamento sensorial de Touro é voltado à estética e às artes visuais, além do prazer gastronômico. Não apenas os nativos, mas todos aqueles que possuem ênfase neste signo em seu mapa de nascimento como a presença de Vênus (regente), Lua, Mercúrio e Ascendente não sentem-se muito confortáveis com mudanças, perdas ou qualquer alteração que remova toda ou parte da zona de conforto e estabilidade. O maior salto quântico do Sol e dos elementos acima começou a ser promovido com o ingresso de Urano em Touro desde meados de 2018, quando as rupturas inesperadas provocam desapegos e mudanças necessárias ao espírito taurino, além de revisão de seus valores para libertação de padrões.


Em ambos os fenômenos acima, Júpiter no final de Áries e Plutão noprimeiro grau de Aquário têm um papel relevante. Júpiter interfere de forma muito positiva expandindo as possibilidades para as segundas chances. Talvez, desta vez, as buscas e ações atinjam o objetivo, pois Júpiter interfere na autoconfiança e na proeminência da expressão objetiva e intensiva de Áries.

Plutão realiza quadraturas aos luminares enquanto eles se deslocam do final de Áries para o começo de Touro. Segundas chances não são de graça. O preço a pagar é desvencilhar-se daquilo que provocou o bloqueio, o atraso. A tensão da quadratura, evidentemente, é mais intensa em Touro. Começam as resistências, mas algo tem que ser abandonado. É a moeda para Caronte, o barqueiro do reino de Hades, qualquer transposição tem seu preço. Repetir padrões conduz a um ciclo ou uma armadilha onde não há saída ou resultados esperados. Na atual conjuntura, a melhor opção é estar consciente e observar as novas oportunidades que surgirem neste momento especial. Compreender este momento especial e realinhar a Vontade para os novos padrões significa atingir a energia da prosperidade e estabilidade taurina com êxito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plutão em Aquário III – Quadratura com Marte

Orientações para o período

Orientações para o período