Netuno na Casa 5

Muito se fala sobre escolher seu próprio destino e sobre o poder do livre arbítrio. Mas, será que é assim para todos?

Não é tão fácil encontrar seu “lugar natural” no mundo ou sua “missão de vida”. Quem trabalha com a Astrologia precisa lidar com estes assuntos o tempo todo. Trata-se de uma busca complexa, que pode ser inconclusiva ao longo de apenas uma vida.

Mas, já ouvi dizer que “o mais importante é o caminho, não o objetivo”. De fato, o caminho do autoconhecimento é fascinante e deveria ser a viagem prioritária para cada um de nós.

O grande Sócrates, eterno filósofo dos filósofos, pautou sua dialética no “Conhece-te a ti mesmo” e, ao longo da História, este tema nunca saiu de moda.

O caminho do “Eu Sou” não é em linha reta. Desvios, obstáculos, armadilhas, retrocessos estão sempre à espreita no jogo da vida. Este desvios estão sempre evidentes à nossa percepção? É aí onde eu queria chegar. Existem obviamente infinitas configurações do mapa astrológico tal como infinitos são os temperamentos singulares de cada ser vivente. No entanto, uma configuração sempre me chamou à atenção pela necessidade de orientação constante para não se perder no Caminho da Vida: Netuno na quinta casa do mapa de nascimento.

A casa 5 no mapa astrológico se refere, basicamente, à personalidade do indivíduo. É o lugar onde o ego se descortina em self, as máscaras caem, o processo de individuação se processa, a autoria existencial evolui e a auto-expressão torna-se cada vez mais autêntica. Superficialmente, esta casa é conhecida como a casa do 'amor'. Além deste tema ser muito abrangente, podemos entender que, na realização deste 'amor', é imprescindível a autenticidade da personalidade do indivíduo e, principalmente, a auto-estima.

A auto-estima também está conectada à casa 5. Ora, quanto mais eu me conheço, mais valorizo meu aurum nobilis e, consequentemente, mais me amo. Quando estou apenas refletindo o que a sociedade quer de mim (casa 11, oposta à casa 5), mais perdida, triste e deprimida me torno, além do prejuízo ao meu processo de individuação, singularidade e autoria existencial.

Por isto que a ferramenta principal para a individuação da casa 5 é o exercício da singularidade através da criatividade. Criatividade não é recurso de poucas pessoas voltadas à Arte, por exemplo. Quando criamos um exercício ou técnica de relaxamento, quando plantamos uma muda de uma árvore, estamos criando, pois estamos refletindo nossa alma em nosso objeto de criação. Por isto que os filhos também estão no contexto criativo da casa 5: os filhos são, a princípio, projeções do nosso self, a obra-prima que realizamos. Uma muda cultivada, um livro escrito e um filho são amados incondicionalmente por aqueles que, intimamente conectados à sua autenticidade e singularidade, os criam.

Netuno é um astro transaturnino ou geracional. Move-se lentamente, assim como Urano e Plutão, demarcando características e circunstâncias da História da Humanidade e, consequentemente, das gerações nascidas sob sua localização por signo e aspectos. Segundo regente de Peixes e descoberto em 1846 pelo britânico John Couch Adams e pelo francês Urbain Le Verrier, Netuno representa uma fase de retorno da Humanidade aos segredos místicos da alma depois do crescente mecanicismo inaugurado pelo Iluminismo. Sua descoberta coincidiu com o auge do Romantismo, a sistematização do Espiritismo por Alan Kardec, o misticismo de Eliphas Levi, o surgimento da Teosofia e, posteriormente, da Antroposofia. A valorização da subjetividade, do misticismo e das emoções, deram ensejo aos trabalhos de Papus, Aleister Crowley e de Carl Gustav Jung. Em seu livro “Aion: Estudos do Simbolismo do Si-Mesmo”, Jung compara Netuno ao inconsciente coletivo, ou seja, um universo espiritual onde encontram-se registrados todos os atributos arquetípicos da Humanidade ao longo do tempo.

O romantismo netuniano também influencia as artes plásticas, a poesia, a música, a literatura e o cinema até os dias atuais, quando transcende a realidade imanente e nos leva para outros mundos subjetivos e fantásticos. Por isto que também é o astro dos devaneios e das ilusões, algumas vezes provocados pelas substâncias alucinógenas.

Entendendo Netuno como um agente de sua gama de significados influenciando os assuntos da quinta casa, podemos visualizar algumas possibilidades para esta personalidade como: alma sensível, romântica, artística; busca da individuação na criatividade transcendental; conexão cármica – ou dharmica – com filhos; auto-expressão por meio da linguagem simbólica ou mística e assim por diante. Por outro lado, a pressão da sociedade representada pela família, colegas de trabalho, amigos e público em geral pode representar uma magnitude surreal para esta alma sensível. Quando, por alguma razão, Netuno na casa 5 desvia a singularidade criativa e o processo de individuação, a personalidade em questão sofre uma distorção que pode ser interpretada das mais diversas formas e, muitas vezes, algumas destas interpretações também podem ser distorcidas. Em outras palavras, a influência de fatores exógenos mesmo com as melhores das intenções como uma psicoterapia, por exemplo, é capaz de alterar sensivelmente Netuno na 5 extraindo esta personalidade de seu self ou da sua autoria existencial.

Entendendo o arquétipo netuniano como regente de Peixes, o isolamento que provoca o estado contemplativo e abstrai a personalidade de qualquer influência pode ser um dos caminhos para o retorno ao centro ou à originalidade criativa de Netuno na 5. O mundo atual esbanjando ideologias e propagandas exige um comportamento tribal, o que é extremamente danoso até para quem tem acesso mais facilitado à individualidade. Imagine para quem sofre com as pressões do dia a dia? Enfim, trata-se de uma alma tão peculiar que, quanto menos absorver o magnetismo a sua volta na forma de ataques psíquicos e outras influências, maior a possibilidade de conhecer a si mesma e atingir o ápice de seus talentos singulares.


 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plutão em Aquário III – Quadratura com Marte

Orientações para o período

Orientações para o período