Lua Cheia em Leão - Autoconsciência – Criatividade

 

Em 05/02/23 às 15:28, horário de Brasília

Período: de 05 a 12/02/2023


Arcano da Semana

O Arcano Maior 11, a Força, é regido pelo signo de Leão. Representa a supremacia da realização da Vontade de cada ser consciente.”


O horóscopo diário e outros vaticínios que proliferam, principalmente, em redes sociais, fazem parte da desinformação sobre a Astrologia. Infelizmente, a maioria desta desinformação é deflagrada justamente por autodenominados “astrólogos”, enquanto filósofos e psicólogos como Richard Tarnas e Kocku von Stuckrad se dedicam a pesquisas sérias, publicações riquíssimas sobre a história da Astrologia, os arquétipos e grandes alinhamentos planetários ao longo da História, mas permanecem na penumbra sem chegar ao conhecimento popular. Além do mais, a maioria de suas publicações nem são traduzidas e, muito menos, conhecidas pelo público brasileiro.

A conduta massiva que enquadra a Astrologia na bonomia das piadinhas comportamentais é um prato cheio para os leigos se empanturrarem da informação “fast-food” da pseudo-astrologia. Se para os leigos as piadinhas desviam a atenção e distorcem o conhecimento milenar astrológico, imaginem para aqueles que já têm “um pé atrás” com relação à Astrologia?

O que me alegra é que, se a Astrologia sobreviveu à Inquisição e ao Iluminismo, irá sobreviver facilmente à era da desinformação e superficialidade. O problema é que, nos tempos da Inquisição, não havia globalização. Enquanto a Europa mergulhava nas trevas monásticas, o mundo árabe estava a pleno vapor desenvolvendo a Matemática, a Física, a Medicina e a Astrologia. Hoje, graças à globalização, a ignorância trevosa se espalha mais rapidamente, boatos são considerados verdades absolutas e vice-versa.

O que fazer então? Se meditarmos neste plenilúnio que envolve o eixo complementar entre Aquário (Sol) e Leão (Lua), estamos observando a premissa da Era de Aquário: a globalização e generalização aquariana deve ser realizada a partir da individuação de cada microcosmo. Este eixo compreende a AUTOCONSCIÊNCIA (Leão) e a CONSCIÊNCIA COMUNITÁRIA (Aquário) e sua complementaridade significa a união dos semelhantes mediante a liberdade de expressão individual.

A Lua em Leão necessita criar algo de que se orgulhe e transmita o brilho de sua alma. Gosta de manifestar-se dramaticamente quando não lhe dão a devida atenção ou o devido valor. Independentemente do signo solar, a Lua em Leão busca a aprovação pelas suas realizações e criações. O Sol em Aquário realiza-se expressando sua criatividade para a comunidade. Sua consciência é coletiva e busca a inserção em grupos que compartilham os mesmos ideais e metas. A combinação dos dois luminares durante a lua cheia expressa a necessidade de auto-expressão lunar em harmonia com a inserção social solar, sem projetar aquilo que é esperado pela sociedade. O caminho é buscar a comunidade afim, não adaptar-se aos ditames do grupo social pretendido. Isto torna o indivíduo insatisfeito, pois acredita estar errado ou inadequado, quando não volta-se para outro caminho em busca do clã, cuja convivência lhe traz mais aceitação e valorização.

Portanto, deve existir a correlação entre o “Eu” e a sociedade, mas não a codependência. A codependência pertence ao ego que apenas representa um papel para ser aceito na sociedade onde vigora os valores que seduzem o ego. A partir do momento em que as máscaras caem e revela-se a primeira etapa de manifestação da pedra filosofal, o ego cede à dinâmica da vida e começa a lapidar-se em direção ao centro ou ao Self onde reina a essência ou o ouro dos alquimistas. O salto quântico deste eixo, Leão-Aquário, se resume a esta lapidação com o objetivo da expressão cristalina de significados e da criatividade quântica.” (trecho de OSalto Quântico Astrológico, de minha autoria).

Práticas sugeridas: Deite-se confortavelmente, faça 3 respirações profundas depois de posicionar o olho-de-tigre no centro do abdome e entoe o mantra OM, sentindo uma leve vibração dentro da sua caixa craniana durante 15 minutos. Faça esta prática, pelo menos, nos três primeiros dias da lua cheia.

Calendário biodinâmico: De 5 a 6/2 : colheita e beneficiamento de citronela, girassóis, camomila, bergamota, louro, alecrim, açafrão, cravo, canela, mirra, violeta, genciana; De 8 a 9/2 : colheita e beneficiamento de hortelã pimenta, manjerona, orégano, funcho; De 10 a 11/2 : colheita e beneficiamento de lavanda, rosas, vetiver, alcachofra, verbena, tomilho, beladona; Dia 12/2 : poda para produção de biomassa, madeira para lenha, aplicação de fertilizantes.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plutão em Aquário III – Quadratura com Marte

Orientações para o período

Orientações para o período