Quarto Minguante em Libra - Relacionamentos – Rompimentos



 Em 14/01/23 às 23:10, horário de Brasília

Período: de 15 a 21/01/2023


Arcano da Semana


Letting Go” (Deixando Ir) é o arcano menor 8 de Copas do Osho Zen Tarot. Ele indica o desapego e banimento de emoções estagnadas e nocivas à psique.


Relacionamentos “tóxicos” são aqueles baseados no apego, na codependência ou na conveniência, muito difíceis de romper. Desta forma, começam a fazer mais mal do que bem. Não existem mais afinidades, nem possibilidades de comunicação, pois o entendimento e a sintonia enfraqueceram. O sentimento pode até ainda existir, mas deve ser percebido com cuidado. Muitas vezes, traduz-se apego, dependência ou obsessão por amor, mas a convivência é dolorosa e desgastante. As brigas e o desinteresse mútuo podem ser alguns sinais iniciais. Relacionamentos tóxicos não ocorrem apenas entre casais, mas no seio familiar, ambientes de trabalho ou em grupos de amizade, também. É difícil afastar-se de pessoas com as quais se convive ao longo de, praticamente, uma vida. Muitos tendem à acomodação. Entretanto, a presença de alguém que interfere negativamente em nossos propósitos ou em nosso padrão energético nos entristece e deprime.

O quarto minguante em Libra proporciona a possibilidade de rompimento e eliminação dos relacionamentos tóxicos em nossa vida. O arquétipo de Libra se traduz pela necessidade de harmonia e compatibilidade nos relacionamentos. No entanto, para evoluirmos e nos afastarmos de pessoas que nos maltratam, muitas vezes precisamos desafiar a harmonia e descobrimos que ela está apenas na superfície do relacionamento para manter as aparências.

O relacionamento amoroso sob o ponto de vista da Astrologia é um aprendizado como todos os fenômenos em nossa vida. Todos os relacionamentos relevantes em nossa vida ocorrem durante um trânsito transformador de Plutão, criativo de Urano ou simbiótico de Netuno. Os astros transaturninos, cujos trânsitos são demorados, na maioria das vezes representam a presença de pessoas relevantes que passam por nossas vidas trazendo algum fator desafiador e evolutivo. Nós também somos fatores desafiadores e evolutivos para os outros. Mudamos pontos de vista, expandimos possibilidades e desafiamos a atravessar o abismo entre a individualidade e o casamento alquímico, onde perdemos as máscaras, os egos morrem e somos sutilizados para um novo patamar de entendimento do outro e de nós mesmos. Nossa individualidade renasce em cada relacionamento e se aproxima cada vez mais do nosso ouro essencial ou do self.

No entanto, a Astrologia não determina ou faz promessas de finais felizes ou “viveram felizes para sempre”. “Para sempre” é um tempo muito longo e o macrocosmo é dinâmico com seus ciclos planetários incessantes. Se nos congelamos no tempo e no espaço, abdicando totalmente da individualidade, nos deixamos levar pela vontade do outro e viramos reféns de relacionamentos cujo significado já se perdeu. Mas o ser humano gosta de romantizar e idealizar o seu parceiro, que é sujeito a mudanças e novas perspectivas, criando um vácuo e um limite no “para sempre”. Por isto que todos os amores devem ser conectados intimamente, os egos devem perecer, mas nunca devem ser codependentes. Anular a própria individualidade é tentar viver a vida do outro e dedicar seu microcosmo apenas na função de harmonizar e alimentar o relacionamento. Este “congelamento” não faz parte da Natureza permanentemente cíclica que vive suas perdas e danos sem sofrimento ou dor, mas compreendendo a real finalidade dos encontros, das trocas e das vivências.

Convido-os a meditarem sobre a impermanência dos relacionamentos, assim como a impermanência de tudo o que nos cerca. A sombra do signo de Libra é a total dedicação e dependência do outro a fim de não enfrentar a autoria existencial individual que surge no ameaçador significado de 'solidão'. Saber conviver consigo mesmo é o primeiro passo para sair da tristeza do término e rompimento para renascer em um novo ciclo de aprendizado com novas e renascidas almas ou microcosmos que também aceitam o salto quântico nos relacionamentos.

Práticas sugeridas: Nos 3 primeiros dias do quarto minguante, deite-se com os pés voltados para o oeste, de preferência durante o pôr do Sol utilizando: um quartzo verde no chakra cardíaco (logo abaixo do esterno) e uma pedra da lua no chakra básico (3 dedos abaixo do umbigo). Visualize um arco na frente e nas costas formando um círculo conectando ambas as pedras. Esta prática auxilia no desapego e na independência interpessoal.

Calendário biodinâmico: Dia 15/1: corte de bambus e madeira para construção; De 16 a 17/1: transplantes de mudas para canteiros; De 18 a 19/1: podas e produção de matéria orgânica para cobertura do solo; De 20 a 21/1: plantio de raízes, rizomas, tubérculos e bulbos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Plutão em Aquário III – Quadratura com Marte

Orientações para o período

Orientações para o período