Arquivos da categoria: Astrologia & Ativismo Quântico

Citação

Astrologia – Chakras – Física Quântica

Podemos ainda estabelecer uma relação da medicina dos chakras com a Astrologia. A ideia é simples. Os arquétipos que definem contextos das funções vitais dos campos morfogenéticos vitais podem também ser os “anjos-guias” que mostram como o seu horóscopo astrológico se relaciona com os movimentos dos planetas solares, da Lua e do Sol. Assim você recebe mais orientações astrológicas relacionadas com a manutenção da saúde e mesmo com a cura.

Embora a ciência materialista convencional considere a Astrologia um embuste, a ideia de que exterior e interior devem estar interligados faz sentido quando nos envolvemos com a ciência do primado da consciência. Procure os avanços em nossa compreensão do lugar da Astrologia em nossa ciência da cura no futuro.” (O Médico Quântico, Amit Goswami)

A Ética do Astrólogo

Vídeo-aulas sobre a conduta e o perfil do astrólogo de acordo com Girolamo Cardano, primeiro astrólogo profissional autônomo no século XVI:

 

Super Lua ou Pequena Aula de Astrologia das Possibilidades

Em frente e avante! Mas considere os desvios.

Informativo Semanal de 9 a 15/10/16 : Lua Crescente em Capricórnio (09/10/16 às 01:34, Brasília)
lua-cresc-capri

“Veni, vidi, vici” é a famosa expressão utilizada por Júlio César proclamando seu poder e vitória. Exibe a força que conquista o sucesso, enfrentando obstáculos e ultrapassando desafios com êxito. A fama ou o sucesso eleva o sujeito muitas vezes ao status de celebridade e o transforma em símbolo a ser seguido. Tudo isto pode ser utilizado na descrição do simbolismo arquetípico de Capricórnio. O poder e a glória que todos querem conquistar, e lutam – por vezes literalmente – para chegarem ao topo da montanha. Mas a ganância e a necessidade obsessiva de sempre ser admirado como o bem-sucedido que permanece eternamente no auge contradizem o fluxo contínuo de mudanças do Universo. Tanto o princípio hermético da vibração quanto à propriedade quântica da não localidade demonstram que tudo está sujeito a mudanças. Quanto antes o sujeito compreender estes padrões que estão visíveis na Natureza, menor a possibilidade de ele sofrer com o medo da perda ou com o sentimento de auto-destruição. Especialmente no trânsito de Plutão por Capricórnio (2008 a 2024) ele poderá vivenciar o mito de Sísifo que, após empurrar uma enorme pedra até o topo de uma montanha, a mesma rola para baixo e ele está condenado a repetir este castigo até a eternidade. Agarrar-se obsessivamente ao poder e aos símbolos de status pode transformar-se também em um grande castigo quando não se permite expandir a consciência para fazer novas escolhas a partir de novos valores e paradigmas revelados pelo trânsito de Plutão.

O período deste quarto-crescente lunar é propício para agir e por em prática planos estratégicos para conquistar o topo da montanha. Marte que transita por Carpricórnio é líder absoluto nestas estratégias e planejamentos. Ele traduz o “vine, vidi, vinci” de César e, até o dia 20/10 irá se aproximar de Plutão. Não se entregue a eternidade do sofrimento de Sísifo agarrando-se a padrões empedernidos, pois tudo se transforma. Atente para outras possibilidades, seja flexível, até Sísifo tem que flexionar os joelhos para mover o pedregulho. Considere a felicidade interna a seu self antes de escravizar-se perante o seu ego e o público. Expresse sua vontade com a alma, evite os limites do racionalismo determinista.

Ingresso de Júpiter em Libra

júpiteremlibraDe 9/9/2016 a 10/10/2017, o maior planeta do sistema solar transitará pelo signo de Libra. Por onde percorre, Júpiter expande as ondas de possibilidades para as manifestações arquetípicas dos signos. Em Libra, esta expansão está voltada aos acordos, contratos, sociedades, casamentos, enfim, toda união tendo como base um compartilhamento satisfatoriamente harmonioso. Trabalhar com leis, regras e normas tendo sempre em vista as necessidades daqueles que deverão cumpri-las é de bom tom para o ambiente pacífico libriano. Impor comandos e regras absolutistas irá causar conflitos mal vistos e sem nenhuma repercussão, além de perturbar as ondas simétricas de beleza venusiana.

Interessante observar que Vênus já se encontrava em um dos seus domicílios, Libra, quando Júpiter começou seu trajeto por ele. Isto chama à atenção, não só para a questão dos relacionamentos harmoniosos, mas também para a beleza em si. A apreciação e valorização do Belo ao longo deste período será fundamental em todos os setores, especialmente nas Artes. A formação de novos padrões de beleza e simetria pode ser beneficiada.

O trânsito de Júpiter em Libra afeta de diferentes maneiras a todos os signos:

  1. Se você tem planetas, ascendente ou meio-do-céu em Libra, a passagem de Júpiter poderá revelar verdades, caminhos a seguir, além de conduzir a possibilidades para novos relacionamentos e parcerias;

  2. Planetas, ascendente ou meio-do-céu nos outros signos do elemento Ar, Gêmeos e Aquário: a expansão de oportunidades para novos contatos ou grupos que compartilham as mesmas ideias, pensamentos ou conhecimentos é ampla, mas precisa ser muito bem aproveitada. Observar e estar em estado de “awareness” conforme o Ativismo Quântico possibilita um melhor aproveitamento para estas oportunidades;

  3. Planetas, ascendente ou meio-do-céu nos signos do elemento Fogo, Leão e Sagitário, exceto Áries: os impulsos criativos chegarão até o público-alvo e terão respostas construtivas. A divulgação, publicação e a busca de parcerias irá favorecer a multiplicação da energia vital e criativa;

  4. Planetas, ascendente ou meio-do-céu em Áries: Libra é o signo oposto-complementar a Áries e, trânsitos que acionam a oposição podem causar dualidades e a perda do foco ariano. Júpiter, em especial, pode acarretar impulsos exagerados, sem metas específicas e otimismo excessivo;

  5. Planetas, ascendente ou meio-do-céu em Câncer e Capricórnio: Júpiter percorrendo Libra fará ângulos de 90º com os elementos destes dois signos. Muita atenção a exageros, compulsões, manias e distorções dos sentidos. Ao longo deste período, as necessidades emocionais e os planejamentos materiais deverão ser minunciosamente analisados, organizados e entendidos, sob pena de desperdícios, exageros e confusões.

GÊMEOS : LUNAÇÃO, CICLOS RELEVANTES E COMO EVOLUIR COM ELES

O Extremismo e suas Vantagens

Hoje assisti a um vídeo com o comediante britânico John Cleese (Monty Phyton) falando com toda sua lua cheia em sagitáriocostumeira inteligência e perspicácia provavelmente sobre o clima radical e extremo que dominou o cenário do Reino Unido em meados dos anos 80, durante a administração Thatcher, creio eu. Ressalvas feitas ao momento histórico, à forma de governo e à crise de seu país, este vídeo não poderia ser mais apropriado para o momento político em que nós vivemos no Brasil. Como havia dito em meu artigo anterior, o Sol virginiano brasileiro está passando pelo desafio transformador e reestruturador para posterior desenvolvimento a partir do colapso de uma nova realidade. A mudança já aconteceu e o momento agora é, mais do que nunca, de buscar todo o otimismo e fé jupiterianos para seguir adiante e construir de uma vez toda a ordem e o progresso que este país merece e precisa.

No entanto, a preciosa energia construtiva que deveria estar sendo totalmente direcionada para a saída da crise continua sendo dispersada pelos extremistas que apegaram-se ao radicalismo “do contra”, às críticas nada construtivas mas insidiosas na busca por “vantagens” porque, como diz Cleese “a maior vantagem do extremismo é que ele te faz se sentir bem, pois ele gera inimigos. E a grande vantagem de ter inimigos é poder fingir que toda a maldade do mundo está com eles, enquanto a bondade está contigo.” Portanto, ser extremista é apenas uma forma de satisfazer seus instintos e frustrações mais imediatistas e banais.

A sincronicidade que quero revelar para vocês está em assistir a este vídeo justamente às vésperas desta lua cheia em Sagitário (21/5 às 18:15). No momento em que a Lua em Sagitário estiver opondo-se ao Sol que recentemente começou a transitar por Gêmeos, ela estará acompanhada por Marte também no signo ígneo de Sagitário. Esta combinação Marte/Lua em Sagitário pode ser extremamente idealista se estes ideais forem expandidos e elevados a questionamentos filosóficos sagitarianos. Mas, o questionamento filosófico e a expansão da consciência é o que podemos esperar de mais evoluído do signo de Sagitário, o que, muitas vezes, não é observado e colapsado como realidade. Vibrando o instinto puro e simples do centauro embotado, pode-se recair no extremismo para satisfazer os instintos imediatistas na combinação destes dois astros. Sagitário é o signo da filosofia e da busca do saber, da evolução alquímica da mente em corpo supramental. Cooperar de maneira tolerante a fim de resolver problemas e unir dualidades extremas a fim de transcender a raiva, o ódio e outras afecções destrutivas. O extremista não está interessado em resolver problemas ou em entender e buscar qualquer solução. Seu interesse está no conflito e na imposição de uma “verdade” que mascara suas intenções beligerantes e intolerantes. Só que o conflito só irá dividir, amedrontar, permanecer na dúvida e insegurança, pontos cegos do signo oposto, Gêmeos.

Nesta Lua Cheia que aciona o eixo Gêmeos (Sol) e Sagitário (Lua) aproveite para refletir nas suas verdades, teses e antíteses do pensamento geminiano para sintetizá-las de maneira construtiva e supramental em Sagitário. Insistir na divisão é retrocesso.

Assistam ao vídeo de Cleese, vale a pena : https://www.youtube.com/watch?v=KWFn4M-KXus

Brasil em estado de “awareness”

Informativo semanal : Lua crescente em Leãolua crescente leo

(13/5 a 20/5/2016)

Não apenas os nascimentos, mas todos os eventos mensuráveis nas dimensões tempo e espaço estão sujeitos a serem analisados por um mapa astrológico. É o caso do Brasil, por exemplo, cujo “nascimento” pode ser demarcado pela declaração da independência: 07/9/1822. Toda a crise advinda da exposição de diversos crimes e do desfecho pautado no “impeachment” presidencial está ocorrendo sob uma quadratura (ângulo de 90º) entre Saturno em Sagitário e o Sol natal do Brasil em Virgem. Em outras palavras, nosso país virginiano de Lua em Gêmeos e ascendente em Aquário tem a possibilidade de amadurecer muito a partir destas recentes experiências. Vamos entender “país” como uma entidade que envolve povo, governantes, natureza etc e as respectivas interações. Os ciclos de Saturno podem ser dolorosos se não tivermos uma visão futurista e se não construírmos novos paradigmas e parâmetros para o desenvolvimento e para um novo direcionamento governamental. A partir de agora, o povo tem a chance de voltar-se a candidatos mais comprometidos com a ordem (Virgem) e o progresso (Aquário) brasileiros e, em contrapartida, os governantes eleitos deverão agir com mais seriedade e respeito para com a população. No entanto, este é o desafio saturnino em plena cobrança severa e repreensível, criando a possibilidade de crescimento e evolução. Assim como qualquer Ser manifesto no mundo material, o país está sujeito ao seu livre arbítrio e às escolhas feitas pelo povo e seus governantes. Se o Brasil não entrar em “awareness”, ou seja, se todos nós não tivermos uma consciência unificada em prol do desenvolvimento e da superação da crise, será difícil compreendê-la e vencer esta fase. Já sentimos na pele o que é resistir às crises pessoais que nos dirigem a novas escolhas. A inflexibilidade é dolorosa e os ciclos não páram, são contínuos, “tudo vibra, nada está parado”. Dar o salto quântico na crise atual é aprender a ver o futuro com Saturno em Sagitário, sair dos embates competitivos e começar a trabalhar para a reestruturação responsável e mais experiente de nossos governantes. Ninguém saiu ganhando com os resultados da falência generalizada do governo, todos nós perdemos independentemente de partidos políticos. Não se trata de times de futebol, mas de dirigentes do nosso país!

Júpiter em Virgem está conjunto ao Sol brasileiro. Percebam mais esta sincronicidade que chama à atenção para a verdade do aqui e agora, a situação real do nosso país. Não existe nenhuma maneira de escapar à realidade e à justiça em uma conjunção de Júpiter. Este é o momento de reflexão, de análise e da percepção viva de que há uma saída. O pessimismo não cabe neste contexto! Ele vai usurpar o bom humor de um povo que tem Júpiter e Lua conjuntos em Gêmeos em seu mapa de nascimento. Esta característica positiva e benevolente é fundamental agora para que o estado de melancolia não se alastre, pois o escapismo virá logo atrás e perderemos um momento tão especial de aprendizado conjunto como brasileiros que somos.

A Lua Crescente em Leão que se dará no dia 13/5 às 14:03 tem o potencial em promover o instinto de liderança e centralização. Leão é um signo regido pelo Sol, astro central do nosso sistema. Por ser um signo de fogo, Leão é energetica e instintivamente voltado ao reconhecimento de sua criatividade e capacidade em tornar-se líder. Mas esta liderança não pode ser alimentada pela vaidade, pelas máscaras do ego e nem tampouco pelo poder ditatorial. Por ocasião da situação em que vivemos, temos a oportunidade atual de observar as atitudes daqueles que são ou pretendem estar em destaque visando o poder. Na nossa vida pessoal também podemos sentir se estamos na liderança de nossa vida, se temos propósito e motivação suficientes para sentir nosso Sol brilhar e nos encher de energia e vibração para prosseguir com nossos ideais.

O nosso país também está sendo testado quanto aos seus ideais e seu propósito no mundo. Continuará sendo objeto de piada na mídia internacional ou colapsará novas realidades para revelar seu verdadeiro potencial? Isto depende de todos nós.

TOURO : LUNAÇÃO, CICLOS RELEVANTES E COMO EVOLUIR COM ELES

ÁRIES : LUNAÇÃO, CICLOS RELEVANTES E COMO EVOLUIR COM ELES