Arquivo da tag: Saturno retrógrado

Informativo Semanal : Quarto Minguante em Peixes

Informativo Semanal de 17 a 23/6/2017

Quarto Minguante em Peixes (17/6/17 às 08:32, horário de Brasília)

Amanhã cedo entraremos no ciclo lunar específico para eliminar tudo aquilo que não deu certo, aquilo que não serve mais e o que se tornou um estorvo energético. Quero enfatizar o “estorvo energético”, pois a Lua em Peixes possui tal sensibilidade que pode ser chamada de “esponja psíquica”, ou seja, absorve indiscriminadamente toda a energia do ambiente e das outras pessoas. Numa época em que vivenciamos muitas crises de todas as origens e tipos, ter Peixes como signo lunar significa carregar um grande peso. Aliada a esta absorção compulsória, a tendência pisciana ao amor incondicional e ao altruísmo pode dificultar a imposição de limites para estas cargas cujo efeito é a vulnerabilidade física, mental e psíquica a doenças. Por isto, o momento exige reconhecimento de limites quanto a sobrecargas, desapego dos excessos e das culpas. Culpa de dizer “já chega, não aguento mais”. Nem todo mundo tem vocação para Madre Teresa de Calcutá. Sentir-se culpado por pensar em si mesmo, por dizer ‘não’ ou por tentar estabelecer limites e regras é típico da lua pisciana em desarmonia e apegada a valores ou crenças que incutem a culpa no ser humano que não se dedica totalmente ao sacrifício e ao sofrimento.

Saturno em sua retrogradação por Sagitário oposto ao Sol continua demonstrando a importância dos limites, dos questionamentos e da maturidade nas religiões, crenças, no senso de justiça e fé. As verdades individuais também devem ser questionadas e, em momento de banimento no quarto minguante, as ilusões e conteúdos que não fazem o menor sentido ou não têm fundamento algum devem ser eliminados para que o processo evolutivo flua.

Calendário biodinâmico: até 18/6: colheita e/ou manejo de folhas, hortaliças e ervas – retire as folhas mortas ou plantas moribundas. Entre 18 e 19/6: adubação de canteiros, separar adubo para incremento da compostagem, poda e produção de matéria seca. Entre 20 e 21/6: transplantes de flores. 22/6: poda de bambus, beneficiamento do guaco, hortelã, malva e menta (secagem, tintura ou xarope).