Arquivo da tag: revolução científica

Lua Nova em Aquário e a Era Interrompida

Informativo Semanal de 27/1 a 03/2/2017 : Lua Nova em Aquário (27/1/17 às 22:08, horário de verão em Brasília)

A lunação aquariana nos remete aos ideais e propósitos que compartilhamos com nossa comunidade, seja familiar, escolar, profissional ou de qualquer outra natureza. O pensamento aquariano é progressista, desafia conceitos e dogmas, liberta mentes do preconceito e busca o novo, o diferente e o inusitado. O tradicional e o conservador se tornam obsoletos em um ambiente aquariano e, diante da ameaça revolucionária sobre seus padrões rígidos, recorrem à “sombra” aquariana, ou seja, a manifestação desarmônica de seu oposto complementar, Leão. Em outras palavras, o autoritarismo e o absolutismo fazem parte do desequilíbrio e do repúdio àquilo que impregna as mentes de novos paradigmas e faz as pessoas desejarem sair da “normose”. Neste interlúdio em que vivemos entre as eras de Peixes e Aquário é fácil perceber que certos conhecimentos e uma nova visão de mundo estão sendo bloqueados e controlados pelo desespero do conservadorismo. Alguns passos foram dados para trás neste processo, mas a evolução é iminente, apesar dos atrasos.

A última revolução científica no começo do século XX trouxe a evidência da aproximação entre a ciência e a espiritualidade em seus conceitos teóricos e suas experiências. No entanto, não é do interesse do poder coercitivo vigente aceitar o fim dos conflitos que o monismo pode promover. Os conflitos são a maior fonte de lucro, a indústria bélica é a mais poderosa. Para que promover a liberdade, igualdade e fraternidade?

Urano, regente de Aquário, transitando por Áries tentou acelerar estas mudanças tornando cada vez mais evidentes as crises sociais, a crise ecológica, econômica etc. É impossível fingir que estas situações não existem, pois estão batendo à nossa porta. A realidade está contaminando aos poucos todos os habitantes deste planeta que precisarão recorrer à visão de mundo unificada. Quando isto ocorrer, poderemos inaugurar a Era de Aquário.

Urano também está oposto a Júpiter em Libra, o que representa o rompimento de acordos e diplomacias forçadas. A exatidão da quadratura entre Saturno em Sagitário e Vênus em Peixes dá um basta à submissão incondicional, revela a insatisfação generalizada, pois o sacrifício de muitos para atender o conforto de poucos não pode ser mais tolerado.

UM PARALELO ENTRE A ÉTICA DE BENTO DE ESPINOSA, A FILOSOFIA ORIENTAL E A TEORIA QUÂNTICA

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 

DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA

DESENVOLVIMENTO DA HARMONIA ENTRE OS INDIVÍDUOS E NO SEU CONVÍVIO COM A NATUREZA
UM PARALELO ENTRE A
ÉTICA DE BENTO DE ESPINOSA, A FILOSOFIA ORIENTAL E A TEORIA QUÂNTICA

MÔNICA CRISTINE SCHWARZWALD

RESUMO : Após quase 400 anos de tentativa do ser humano em controlar a Natureza negando sua harmonia e perfeição, ele se dirige ao caos. A evolução da ciência mecanicista contribuiu para este caos que nada mais é do que a degeneração do relacionamento entre o ser humano e a Natureza. A visão dualista e pragmática do mundo promovida pelos precursores do Iluminismo insuflou o ser humano de um pseudo-poder na esfera da racionalidade onde ele pode prever e explicar todos os fenômenos que ocorrem na Natureza. A separatividade entre o Homem e Deus; ou Homem e a Natureza causa consequências que ameaçam o equilíbrio e a harmonia da vida na Terra. Conflitos diversos, doenças (físicas, mentais e emocionais), extinção de espécies, desmatamento e poluição são sintomas da conduta individualista do homem contemporâneo que acredita na desconexão promovida pelo materialismo. A descoberta dos níveis sutis da matéria com o advento da ciência quântica a partir do começo do século XX causou uma revolução científica cujos valores promovem uma aproximação entre ciência e espiritualidade. O comportamento do quantum – menor partícula subatômica da matéria – depende da interação do observador. A teoria quântica demonstra a interconexão entre Deus, seus atributos e seus modos, que foi definido como substância por Bento de Espinosa. Espinosa foi o primeiro pensador a prever a existência do quantum: ele o chamou de substância e o definiu como indivisível. A teoria quântica traz à tona valores expostos pela Ética de Espinosa começando pela definição de Deus como substância que gera e está presente em todos os atributos encontrados na Natureza à maneira da hierarquia entrelaçada da física quântica. O pensamento é uma extensão da substância, não um produto causado pelo cérebro, por exemplo. Estes são os paralelos e sincronicidades que pretendo expor e comentar neste trabalho.

Clique abaixo para baixar o trabalho completo:

tccespinosa-oriente-quantum

English version:thesis