Arquivo da tag: lua cheia em sagitário

Informativo Semanal : Lua Cheia em Sagitário

Informativo Semanal de 9 a 16/6/2017

Lua Cheia em Sagitário (9/6/17 às 10:11, horário de Brasília)

A oposição complementar entre o Sol em Gêmeos e a Lua em Sagitário conta com as restrições saturninas ao entusiasmo expansivo de Sagitário. Desde final de 2014, Saturno exige limites ao exagero e ao otimismo persistente de Sagitário. O Arqueiro precisa saber em qual direção ele deve atirar sua flecha. A inconsequência e a fé cega não são mais brindadas com os resultados desejados no momento esperado. O trabalho deve ser mais sério, maduro e concentrado na meta condizente com com os limites impostos pela realidade imanente. A proximidade de Saturno à Lua em Sagitário aprofunda mais ainda a necessidade de auto-controle nos processos compulsivos de qualquer natureza. Está na hora de “viajar para dentro”, aventurar-se na descoberta do si-mesmo. Mas esta é a viagem que mais se teme, pois enfrentar verdades, falhas, frustrações é doloroso. Mais fácil é fugir e, a fuga da Lua em Sagitário é viajar, seja qual for o destino, mas que seja para bem distante do si-mesmo. Se viajar não adianta, apegar-se a verdades pregadas por gurus, religiões fundamentalistas, tornar-se fervoroso defensor deste ou daquele partido político. Melhor acreditar em qualquer coisa do que pensar, ou seja, melhor usar uma muleta do que andar com as próprias pernas já que não me preocupo com a direção da minha viagem, da minha confiança e da minha fé.

Durante este plenilúnio, tudo está às claras, é mais difícil escapar da realidade. O momento permite que a Razão geminiana seja capaz de decifrar o instinto descontrolado sagitariano mostrando-lhe o espelho da mente. A partir daí e, com a ajuda de Saturno, resta a Sagitário o caminho da sabedoria.

Calendário biodinâmico: até 12/6: colheita e/ou adubação de raízes e tubérculos. Entre 13 e 15/6: colheita e beneficiamento de camomila, orquídeas, calêndula, jasmim, lavanda, capuchinha.

*No próximo domingo (11/6), estarei expondo meus produtos fitocosméticos e biodinâmicos na feira da AGEPOL – St. de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, Asa Sul a partir das 10:00 : shampoo e creme hidratante de aloe vera, sabonetes glicerinados/óleo de babaçu/ palmiste de lavanda, alecrim, arruda, losna; gel de arnica, além do xarope de guaco especial para a tosse comum do nosso inverno seco.

Limites da Mente

Informativo Semanal de 20 a 26/6/16 : Lua Cheia em Sagitário (20/6/16 às 8:03, Brasília)

lua cheia sagSegunda Lua Cheia em Sagitário do ano

Solstício de Inverno: 20/6 às 19:34

A segunda lua cheia em Sagitário deste ano veio acompanhada de uma oposição exata entre Saturno também em Sagitário oposto a Mercúrio em Gêmeos. Esta oposição pode ser definida como “limite da mente”, uma vez que Saturno demarca limites por onde passa e Mercúrio em seu signo de regência simboliza a mente pensante, curiosa, comunicativa, ágil e turbulenta nas ondas das notícias, conversas e novos conhecimentos. Os limites definidos por Saturno, além de diminuírem o ritmo mental, pode ajudar na concentração e aprofundamento do conhecimento. Saturno em Sagitário também exige veracidade e produndidade às ideias brotadas na mente geminiana.

De um lado, temos um signo de Ar (Gêmeos), cujo temperamento é mental e utiliza a função pensamento primordialmente. Do outro, temos um signo de Fogo (Sagitário), temperamento intuitivo, expansivo com função supramental. Ambos se complementam, o que ocorre com todos os 12 signos astrológicos que podem ser considerados como 6 eixos com pólos complementares. Quando sentimos os limites mentais, seja por causa do stress, excesso de preocupação, sobrecarga do sistema nervoso, excesso de estudos, temos que apelar para a intuição que está em um nível supramental ou também chamado de inconsciente coletivo. Quando respiramos de forma correta ou meditativa, profundamente ou exercitando o pranayama, utilizamos equilibradamente o que Gêmeos tem de melhor a nível físico – os pulmões –, nos alimentando de oxigênio e de outros recursos que capacitam nossa mente a absorver os resultados intuitivos como insights criativos, soluções para problemas, relaxamento e até cura para a insônia.

Muitas vezes também nos deparamos com outro limite da mente: a linguagem. Tentamos racionalizar, organizar nossos pensamentos, mas nos faltam palavras para definir o que sentimos ou descrever algo sem referências ou paralelos anteriores.

Os problemas da linguagem, aqui, são efetivamente sérios. Desejamos de alguma forma falar acerca da estrutura dos átomos…..mas não podemos falar sobre os átomos utilizando a linguagem usual.” Werner Heisenberg falando sobre o paradoxo da física quântica.

Algumas horas após a lua cheia no final do eixo Sol em Gêmeos e Lua em Sagitário, o Solstício de Inverno inaugura um novo período da Natureza com a passagem do Sol a 0º de Câncer, signo cardinal que inaugura nosso inverno e o verão para o hemisfério norte. Câncer, signo de Água, nos convida para a introspecção da estação mais fria começando com a noite mais longa e para a vivência sensível e psíquica do nosso conteúdo emocional por meio de recordações ou pelo convívio com nossos entes queridos. A mente se aquieta nesta situação.

O Extremismo e suas Vantagens

Hoje assisti a um vídeo com o comediante britânico John Cleese (Monty Phyton) falando com toda sua lua cheia em sagitáriocostumeira inteligência e perspicácia provavelmente sobre o clima radical e extremo que dominou o cenário do Reino Unido em meados dos anos 80, durante a administração Thatcher, creio eu. Ressalvas feitas ao momento histórico, à forma de governo e à crise de seu país, este vídeo não poderia ser mais apropriado para o momento político em que nós vivemos no Brasil. Como havia dito em meu artigo anterior, o Sol virginiano brasileiro está passando pelo desafio transformador e reestruturador para posterior desenvolvimento a partir do colapso de uma nova realidade. A mudança já aconteceu e o momento agora é, mais do que nunca, de buscar todo o otimismo e fé jupiterianos para seguir adiante e construir de uma vez toda a ordem e o progresso que este país merece e precisa.

No entanto, a preciosa energia construtiva que deveria estar sendo totalmente direcionada para a saída da crise continua sendo dispersada pelos extremistas que apegaram-se ao radicalismo “do contra”, às críticas nada construtivas mas insidiosas na busca por “vantagens” porque, como diz Cleese “a maior vantagem do extremismo é que ele te faz se sentir bem, pois ele gera inimigos. E a grande vantagem de ter inimigos é poder fingir que toda a maldade do mundo está com eles, enquanto a bondade está contigo.” Portanto, ser extremista é apenas uma forma de satisfazer seus instintos e frustrações mais imediatistas e banais.

A sincronicidade que quero revelar para vocês está em assistir a este vídeo justamente às vésperas desta lua cheia em Sagitário (21/5 às 18:15). No momento em que a Lua em Sagitário estiver opondo-se ao Sol que recentemente começou a transitar por Gêmeos, ela estará acompanhada por Marte também no signo ígneo de Sagitário. Esta combinação Marte/Lua em Sagitário pode ser extremamente idealista se estes ideais forem expandidos e elevados a questionamentos filosóficos sagitarianos. Mas, o questionamento filosófico e a expansão da consciência é o que podemos esperar de mais evoluído do signo de Sagitário, o que, muitas vezes, não é observado e colapsado como realidade. Vibrando o instinto puro e simples do centauro embotado, pode-se recair no extremismo para satisfazer os instintos imediatistas na combinação destes dois astros. Sagitário é o signo da filosofia e da busca do saber, da evolução alquímica da mente em corpo supramental. Cooperar de maneira tolerante a fim de resolver problemas e unir dualidades extremas a fim de transcender a raiva, o ódio e outras afecções destrutivas. O extremista não está interessado em resolver problemas ou em entender e buscar qualquer solução. Seu interesse está no conflito e na imposição de uma “verdade” que mascara suas intenções beligerantes e intolerantes. Só que o conflito só irá dividir, amedrontar, permanecer na dúvida e insegurança, pontos cegos do signo oposto, Gêmeos.

Nesta Lua Cheia que aciona o eixo Gêmeos (Sol) e Sagitário (Lua) aproveite para refletir nas suas verdades, teses e antíteses do pensamento geminiano para sintetizá-las de maneira construtiva e supramental em Sagitário. Insistir na divisão é retrocesso.

Assistam ao vídeo de Cleese, vale a pena : https://www.youtube.com/watch?v=KWFn4M-KXus