Arquivo da tag: câncer

Quarto Crescente em Câncer

Informativo Semanal de 03 a 10/4/2017 : Quarto Crescente em Câncer (03/4/17 às 15:39, horário de Brasília)


Em movimento retrógrado, Vênus retorna a Peixes e recebe um aspecto tenso de Saturno em Sagitário. Está na hora de resolver qualquer tipo de pendência nos relacionamentos, perdoar, dar uma nova chance se o interesse for mútuo. Netuno em Peixes faz um aspecto fluente com a Lua em Câncer, portanto a sensibilidade está no ar acompanhada de melindres e, talvez, chantagens emocionais. A impulsividade ariana não condiz com a vulnerabilidade canceriana, então qualquer contundência é vista como agressividade. Nos próximos dias, no entanto, a Lua em Câncer enfrentará a oposição de Plutão. A vulnerabilidade acompanhada dos melindres será desafiada, a força da cardinalidade canceriana pode ser posta à prova, de nada adianta voltar para a caverna ou para o travesseiro molhado de choro. Magoar-se facilmente é, além de fraqueza, uma forma inconsciente de se proteger a todo custo de contrariedades e ameaças. A necessidade obsessiva de proteção canceriana pode ser vista na resistência a sair da concha, do lar, da zona de conforto e não aventurar-se para o novo. O medo congela o ser no passado, mergulhado em recordações que são bolhas isoladas num mundo ilusório e estático. Saia da caverna, mude, arrisque-se. O medo e a ameaça são suas criações.

Plantar e colher hortaliças e ervas medicinais é a orientação biodinâmica da semana.

O Poder da Mãe

Informativo Semanal de 04 a 10/7/16 : Lua Nova em Câncer (04/7/16 às 08:01, Brasília)

A lunação sob o signo de Câncer é poderosa. Afinal, a Lua rege este signo e representa o arquétipo feminino da Grande Mãe. Nas minhas aulas de Astrologia, gosto de exemplificar este arquétipo com Ísis, uma deusa que combina a sensibilidade materna com a força e o poder de resgatar o próprio Osíris do reino dos mortos.lua nova em câncer

Câncer é um signo do elemento Água, mas de modalidade Cardinal. O solstício de inverno (HS)/verão(HN) é demarcado pela entrada do Sol a 0º de Câncer. O poder de iniciar, romper barreiras, limites e padrões é inerente aos signos cardinais. O poder da mãe que protege e alimenta seus filhos é instintivo e reage frente ao menor perigo. A conexão entre mãe e filho é contínua, quântica (não local) e não é rompida pelo corte do cordão umbilical.

O arquétipo materno tem suas extensões: o lar, a cidade, o povoado, enfim, o país, até percebermos que nossa Terra é a nossa Grande Mãe de fato. São lugares onde nos sentimos “em casa”, e este sentimento de familiaridade nos remete ao passado e às tradições que formam nossa cultura. No entanto, toda a tradição deve ser revista e, o apego ao passado pode ser apenas uma fuga ou medo do futuro. É melhor ficar em um ambiente familiar do que nos arriscar a sondar novos terrenos? Não, não é assim que a vida funciona e nem o que o hermetismo nos ensina:

O Princípio da Vibração:

Nada está parado; tudo se move; tudo vibra.”

O Princípio do Ritmo:

Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o ritmo é a compensação.”

Por isto que o longo ciclo de Plutão em Capricórnio (novembro 08 a dezembro 24) vem transformando a noção de segurança e mostrando que as tradições não podem ser eternas. Um alerta importante vem justamente da Grande Mãe Terra: utilizar seus recursos de forma ilimitada, tratar a natureza como algo desconectado do ser humano e feito para ser usurpado são costumes arraigados na conduta mecanicista e racionalista que estão destruindo nossa Mãe e tornando o futuro incerto, inseguro, imprevisível e temerário.

No exato momento desta lunação podemos perceber as oposições de Plutão ao Sol, à Lua, Mercúrio e Vênus representando a exposição de todos os apegos, “zonas de conforto”, regras arcaicas não funcionais, costumes e hábitos que precisam ser analisados a fundo e reestruturados para uma reconexão mais harmônica com nossa Mãe. O caos ecológico, por exemplo, é seu grito de socorro, para que ela seja valorizada por seus filhos, a Humanidade.

Se você é daqueles que está tão apegado ao passado, vive na ilusão de ainda pertencer a uma realidade totalmente segura, determinada e intocável como uma caverna ou uma concha, tente utilizar o floral de Bach Honeysuckle, específico para esta desarmonia e sofrimento causados pela negação e pelo caos da alienação.

Para o sentimento de insegurança, de desconexão com o vínculo familiar, dificuldade de entender que pertencemos à uma grande família aqui na Terra, o floral de Saint Germain Leucantha é indicado.

Informativo Semanal : Lua Minguante em Câncer

Após o “frisson” da super-lua-cheia-de sangue acompanhada do eclipse, medos, sustos e profecias anexos, chegou a hora de “limpar a casa”. Pus entre aspas, mas o sentido literal está valendo! Aliás, este quarto-minguante (4/10 às 18:07) aconteceu em meio a muitos aspectos tensos. Plutão faz uma quadratura ao Sol e oposição à Lua, ou seja, interfere radicalmente nesta fase lunar demonstrando a necessidade de reciclagem e desapegos com relação ao passado, além do fim de concessões para manter uma harmonia forçada à custa de auto-negação. Às vezes o conflito, por mais que seja desagradável, soluciona problemas que se arrastam. Reciclar o passado é isto: deixar costumes e hábitos que fazem parte de padrões cheios de dualidade como a noção do certo ou errado. Deixar de acreditar em informações e valores sem sentido que servem apenas para tornar-nos negativos, medrosos e inseguros. Falando em segurança, este aspecto entre Plutão e Lua sugere perda. Perda é uma situação muito pouco suportada pelas pessoas, mas quanto maior é o controle, a obsessão pela manutenção da segurança material, emocional, social, profissional etc, maior é o sofrimento pela ilusão. Se compreendermos que cada dia, cada nascer do Sol simboliza uma vida começando pura e cheia de possibilidades, não sofreríamos tanto por aquilo que deixamos no passado. Comecem a limpeza!minguante em câncer

Dicas terapêuticas: faça o banimento que estiver acostumado. Aconselho sempre banhos de limpeza energética envolvendo ervas como arruda, capim-guiné, lavanda do cerrado, alecrim etc nos três primeiros dias da lua minguante, sempre. O uso do incenso Say Flora auxilia na leveza e limpeza do ambiente. Comece a semana com leveza, desapegue-se, deixe as energias e emoções negativas no passado.

Calendário biodinâmico: este período de começo da chuva no cerrado, além da seiva retornar às raízes favorecendo podas para crescimento saudável, vale a pena começar a adubar a terra para plantio de flores e folhagens daqui a alguns dias. De 5 a 8/10: dias favoráveis para adubação e poda para crescimento. Dias 9 e 10/10: verificação do pH da terra, correção com calcárea e outros nutrientes.

Informativo Semanal & Calendário Biodinâmico – Lua Nova em Câncer

A Lua Nova em Câncer de hoje às 22:25 nos convida à introspecção e preparação do próximo passo tendo em vista nossas necessidades afetivas mais primordiais. Saturno no final de Escorpião realiza um trígono a este encontro Sol-Lua, ao mesmo tempo em que Urano em Áries incita a mesma dupla à rebeldia e ao extravasamento de emoções tortuosas e nebulosas. Respeite o tempo, este momento é de silêncio e investigação mais profunda. Permanecer na superficialidade das nossas reais necessidades só acarretará insatisfação como mostra a quadratura entre Saturno e Vênus no final de Leão. A fase expansiva do encontro entre Júpiter e Vênus em Leão está se encaminhando para o final. A verdadeira felicidade não está no prazer sensorial, temporal e nenhuma festa é eterna, nós sabemos disto.  Um aspecto peculiar compartilhado por Plutão em Capricórnio entre Mercúrio e Marte em Câncer: o recém visualizado “planeta anão” pela New Horizons exige auto-controle e foco mental ao longo deste período. Falhas na comunicação, ações descuidadas e instintivas e a agressividade poderão ter consequências muito destrutivas.

  • Dica terapêutica: os florais de Saint Germain Cidreira e Embaúba são muito bem vindos nesta fase. Além de operar junto a mágoas profundas, também contribuem para o equilíbrio dos nossos corpos mental e emocional.
  • Calendário biodinâmico: até o dia 18/7 é bom evitar qualquer mudança ou ação relevante. O feitiço pode virar contra o feiticeiro. Cultive, plante sementes de alface, almeirão, alho-poró e couve. De 19 a 21/7: cultivo de gengibre, mandrágora ou ginseng. Organize-se para estabelecer métodos profissionais para parcerias ou simplesmente atrair clientes.

lua nova câncer

Chamomilla e a Sensibilidade Lunar

A camomila (Matricaria chamomilla) é uma planta oriunda da Europa oriental. É conhecida como “camomila-alemã” e é a espécie utilizada nas infusões. O perfume de suas flores é comparado ao das maçãs, por isto tem seu nome popular a partir do grego “kamai melon” (maçã da terra).

O medicamento elaborado pela primeira vez por Hahnemann é feito a partir da diluição da tintura mãe obtida “do suco da planta inteira e (…) espremida de forma fresca e misturado em partes iguais de álcool”.

Similitudes e Sincronicidades:

De acordo com o astrólogo e herborista Nicholas Culpeper, o óleo extraído das flores da camomila é utilizado desde o Antigo Egito para calafrios, dores provindas de cólicas por pedras nos rins e na vesícula, câimbras e inchaços nas articulações.

No capítulo dedicado à Chamomilla em seu Materia Medica Pura, Hahnemann não esconde seu ultraje diante a indiscriminação e o descaso da medicina alopática frente ao uso popular da planta como “medicina doméstica”. Seu ultraje originou-se do fato de que a utilização tradicional, recreativa e contínua da camomila causa efeitos colaterais opostos daqueles esperados no tratamento: irritabilidade, ansiedade e hipersensibilidade, por exemplo. Uma das propriedades da camomila homeopatizada é diminuir os efeitos do uso abusivo e descontrolado de suas infusões.

Câncer é um signo atribuído ao elemento Água da Natureza humana: emoções, sensibilidade psíquica, conexão forte com o passado e com a família, e emotividade são algumas de suas características. Talvez seja por isto que a camomila tenha sido aceita facilmente no uso popular como “medicina doméstica”. A Lua, seu astro regente, influencia os ciclos biodinâmicos da Terra e, em especial, os ciclos femininos da menstruação, gravidez, parto e menopausa. A Lua no mapa astrológico de nascimento representa a manifestação individual de emoções, a sensibilidade, além de nossas necessidades mais profundas de nos sentirmos protegidos e satisfeitos. Ela registra também nossa ligação com a figura materna desde o nascimento. A rapidez dos ciclos lunares – a cada 28/29 dias a Lua completa uma volta em torno da Terra – pode causar instabilidade no humor de indivíduos hipersensíveis ou “de Lua”. Esta instabilidade atinge os instintos e o inconsciente propiciando a melancolia, impulsividade, irritabilidade, impaciência e/ou outras manifestações emocionais com reflexos comportamentais.

chamomilla

A planta tem características ligadas ao signo de Câncer e ao seu astro regente, a Lua. A começar pelo seu nome: Matricaria vem de “matriz” que significa útero, órgão que está inserido no arquétipo feminino lunar, além de contribuir para o significado materno. Sua diluição homeopática é indicada para o trabalho de parto e muitos dos problemas genitais femininos como cólicas, hemorragias e a chegada do climatério.

A hipersensibilidade, ansiedade, agitação, irritabilidade e intolerância à dor fazem parte dos sintomas de desequilíbrios energéticos que podem ser tratados pela Chamomilla.

Outra característica peculiar das personalidades lunares similares ao medicamento é a necessidade de serem alçadas e balançadas como se fossem bebês. Este temperamento linfático ou lunar é tão sensível, irritadiço e vulnerável que podemos afirmar que a Lua encontra-se em uma das casas astrológicas que correspondem à conexão entre o Ser e as dimensões terrenas relativas ao tempo e ao espaço:

  • Casa 1 ou Ascendente (para efeito deste estudo): hipersensibilidade em todos os sentidos, vulnerabilidade de humor reflete um comportamento inconstante diante dos estímulos vindos do ambiente. Intolerância à dor e a qualquer outro efeito que seus órgãos dos sentidos (audição, visão, olfato, paladar) julguem insuportável;

  • Casa 7: Necessidade de conforto e proteção emocional vinda do outro. Caprichos e chantagem emocional;

  • Casa 4: A Lua ou o signo de Câncer nesta posição pode revelar uma conexão simbólica com o passado, onde mágoas ou traumas podem ainda estar à flor da pele;

  • Casa 10: Decisões e planos para o futuro devem ser pautados no fluxo das emoções e instintos, além da identidade com algo familiar do passado, conhecido e seguro.

Chamomilla é um medicamento que não serve apenas para combater os efeitos do uso prolongado da infusão ou outros produtos fitoterápicos liberados para o uso “caseiro”. Ele é essencial para as personalidades lunares ou linfáticas que, por causa de algum transtorno desenvolveram a hipersensibilidade emocional e psíquica e se tornaram vulneráveis às instabilidades cíclicas internas e ambientais (externas).