SATURNO EM CAPRICÓRNIO

 

Gosto muito da simplicidade e beleza em que a colunista Inês de Castro da rádio Band News expõe as atualidades da natureza humana. Um dia destes, ela foi precisa em definir uma das idades mais importantes para o amadurecimento e definições do ser humano: o ciclo saturnino dos 28 aos 30 anos conhecido como “retorno de Saturno”. Claro que ela não mencionou o ciclo astrológico, pois a Astrologia na mídia permanece apenas banal e divertida. Mas a percepção da idade crucial para as escolhas do indivíduo e seu sentimento perante o futuro têm o mesmo significado independentemente da linguagem jornalística ou astrológica.

Saturno é o último planeta que podemos visualizar a olho nu a partir da Terra, estabelecendo um limite só ultrapassado se obtivermos outros recursos como uma luneta ou um telescópio, por exemplo. Por sincronicidade, no decorrer de seus ciclos e aspectos a nossos astros pessoais, nos deparamos com nossos limites e nos mobilizamos para ultrapassá-los. Um casamento ou uma parceria que não está indo bem, um emprego que não desenvolve os talentos, a necessidade de especialização no conhecimento ou a rotina e os hábitos que afetam nossa saúde são exemplos de estímulos que podem deflagrar crises e mudanças que nos tornam mais conscientes das nossas responsabilidades perante a vida. Além de autoconscientes, maduros e responsáveis, atingimos a segurança de enfrentar os medos diante de um futuro incerto. Notamos que não somos mais os jovens “curtidores” com vinte e poucos anos experienciando a vida despreocupadamente, mas começamos a enfrentar a inexorabilidade do Tempo, esta dimensão infalível que Saturno (Chronos, em grego) nos impõe. Percebemos que a inconsequência das “tentativas e erros” podem degenerar-se em fracassos. Começamos a ser prudentes e planejadores do futuro, entidade misteriosa e desconhecida que nos empurra para a construção de um novo Ser.

Quase que simultaneamente ao Solstício de Verão deste ano (21/12 às 14:27), quando o Sol em sua declinação máxima ao sul começa a percorrer Capricórnio no dia mais longo do ano para os habitantes do Hemisfério Sul, Saturno começa sua peregrinação em um de seus signos de regência em 20/12/2017 às 02:50 – horário de verão em Brasília. O que é esperado deste trânsito cuja afinidade energética é perfeita, harmônica e fortíssima entre o astro e o signo? Todas as possibilidades que nos referimos aos seus ciclos de amadurecimento e estruturação acima. Desde 2015, Saturno em Sagitário provocou as verdades absolutas e as crenças infundadas, valorizando a pesquisa e o conhecimento integral, relembrando condutas éticas para permitir um futuro com seriedade, respeito e responsabilidade em todos os níveis. E este futuro está começando agora testando limites nos próximos dois anos e três meses.

Saturno em Capricórnio também cobra as mudanças de paradigmas, valores, além das referências de sucesso e poder, que Plutão manifesta desde meados de 2008 quando começou seu percurso por este signo inaugurando a crise econômica mundial. Saturno será o sábio que, tal qual o Eremita, confere e analisa os resultados e os saltos quânticos processados sob a luz da consciência do seu candeeiro. Esta análise demarcará limites para a realização das transformações preconizadas por Plutão. Não há mais tempo a perder! As crenças e esperanças vazias de significado foram expostas durante seu trânsito por Sagitário. Agora é hora de todos se responsabilizarem por um futuro melhor e “arregaçar as mangas” para trabalhar com tenacidade, sem medo, sem recalcitração! E, muito menos acreditando na lenda “maléfica” que a banalidade da mídia do entretenimento astral impinge a Saturno. A partir de agora vivenciaremos intensamente o princípio quântico da escolha e da responsabilidade decorrente. O medo e os conceitos vazios de significado só abrirão o abismo do caos e da confusão.

Principais saltos quânticos esperados durante o trânsito de Saturno em Capricórnio:

Signos cardinais (Capricórnio, Áries, Câncer e Libra): enfrentar e ultrapassar limites a partir das mudanças de valores, libertação das “zonas de conforto” ou segurança, rompimento com padrões de relacionamento insatisfatórios e desenvolvimento de conduta responsável diante de desafios;

Touro e Virgem: Reorganização, reprogramação e reestruturação de trabalhos, metas profissionais, concentração, perseverança e paciência diante de obstáculos, especialização nos procedimentos; priorização e responsabilidade perante valores e bens.

Escorpião e Peixes: introspecção e auto-análise para maior seriedade nas manifestações emocionais e sentimentais. Enfrentamento de mudanças sem escapismos ou ilusões.

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *